Análise Multinível da Divulgação Ambiental de Empresas Brasileiras e Alemãs
PDF (English)
PDF

Como Citar

Maia Amorim, K. V. N., Oliveira, M. C., & Rodrigues Júnior, M. S. (2021). Análise Multinível da Divulgação Ambiental de Empresas Brasileiras e Alemãs. RBGN - Revista Brasileira De Gestão De Negócios, 23(2), 301–317. https://doi.org/10.7819/rbgn.v23i2.4102

Resumo

Objetivo – Este artigo investiga a influência dos níveis macro, médio e micro, a saber: do sistema de negócios, do setor e de aspectos endógenos, na atuação das firmas em relação ao meio ambiente; mais especificamente pretende-se analisar essa influência em empresas brasileiras e alemãs de setores ambientalmente sensíveis.

Referencial teórico – A análise do nível macro foi suportada pela abordagem do Sistema Nacional de Negócios (Whitley, 1999); a do nível médio contemplou os setores em que as empresas atuam (Campbell, 2007; Ederington & Minier, 2003); e a do nível micro, os aspectos das corporações (Sánchez, Domínguez & Álvarez, 2011; Waddock & Graves, 1997).

Metodologia – Os dados usados foram extraídos dos relatórios de sustentabilidade e dos demonstrativos contábeis das empresas dos setores de aviação, energia, madeireira, papel, química e têxtil, referentes ao período de 2014 a 2016, analisados como dados em painel e usando o modelo hierárquico linear (HLM).

Resultados – Os resultados confirmam a relação entre o nível de divulgação ambiental e o sistema cultural dos países. O setor também exerce forte pressão. O tamanho e a rentabilidade são os fatores que mais influenciam.

Implicações práticas e sociais da pesquisa – As variáveis endógenas (nível micro) possuem maior poder explicativo da divulgação ambiental nos dois países e merecem mais atenção para a compreensão do fenômeno.

Contribuições – O modelo hierárquico linear possibilitou uma capacidade superior de explicação dos fatores que influenciam a atuação das firmas em relação ao meio ambiente.

Palavras-chave – Sistema nacional de negócios, análise multinível, divulgação ambiental.

https://doi.org/10.7819/rbgn.v23i2.4102
PDF (English)
PDF