Modelo para avaliar a relação entre o oportunismo da administração e as reações dos auditores: simulação de reapresentações de demonstrações financeiras para uma amostra de empresas brasileiras listadas na NYSE
PDF (English)
PDF

Como Citar

Deaconu, A., Hategan, C.-D., & Ciurda, I. (2021). Modelo para avaliar a relação entre o oportunismo da administração e as reações dos auditores: simulação de reapresentações de demonstrações financeiras para uma amostra de empresas brasileiras listadas na NYSE. RBGN - Revista Brasileira De Gestão De Negócios, 23(2), 337–352. https://doi.org/10.7819/rbgn.v23i2.4101

Resumo

Resumo

Objetivo – O objetivo do artigo é investigar se os gestores se comportam de forma oportunista manipulando o lucro e se as reapresentações das demonstrações financeiras, exigidas pelos auditores dos auditados, podem diminuir o oportunismo da administração.

 

Metodologia – A abordagem empírica adotada utiliza um modelo autoconstruído para detectar a influência da reapresentação das demonstrações financeiras nas provisões discricionárias e observar possíveis práticas de gestão do lucro, considerando a reapresentação das demonstrações financeiras como variável explicativa.

 

Resultados – Os valores computados de provisões discricionárias confirmam a existência de gestão de lucro e sugerem um possível viés da administração nas estimativas contábeis e outras políticas contábeis.

 

Contribuições – Este estudo fornece uma ferramenta para superar as deficiências em relação às estimativas contábeis e outras políticas contábeis no processo de auditoria, avaliando a relação entre o oportunismo da administração e as reações dos auditores por meio dos requisitos da reapresentação das demonstrações financeiras.

 

Palavras-chave – Estimativas contábeis, reapresentação das demonstrações financeiras, risco de auditoria, gestão de lucro, provisões discricionárias.
https://doi.org/10.7819/rbgn.v23i2.4101
PDF (English)
PDF